• Quel ^^

Kim Gun Mo acusado de abuso físico por outra mulher, após alegações de assédio sexual



O cantor Kim Gun Mo foi acusado de abuso físico após as acusações de assédio sexual que surgiram semana passada.


Em 6 de dezembro, o canal do YouTube Garo Sero Institute publicou um vídeo com o advogado Kang Yong Suk e o ex-repórter Kim Yong Ho sobre o suposto assédio sexual de Kim Gun Mo à uma mulher.


O episódio de 10 de dezembro de seu programa focou na história de outra mulher, que diz ter sido abusada fisicamente por Kim Gun Mo em 10 de janeiro de 2007. Na época, ela era a gerente de um estabelecimento de entretenimento adulto. Os apresentadores explicaram que ela divulgou as informações por querer ajudar já que estava irritada com as críticas unilaterais sendo feitas contra a mulher que acusou Kim Gun Mo de assédio sexual.

A mulher entrevistada para o episódio de 10 de dezembro disse: "A parceira de Kim Gun Mo era um ano mais velha que eu, e ela disse para mim: 'Por que você está falando informalmente comigo?' (a língua coreana tem níveis de formalidade de acordo com a idade dos participantes da conversa ou com a hierarquia) e acabamos entrando em uma briga. Fomos para um quarto vazio para brigarmos, mas Kim Gun Mo abriu a porta e entrou me xingando, e dizendo: 'Você é muito barulhenta. Eu não disse que você é muito barulhenta?'. Ele agarrou meu cabelo, me derrubou e me deu um soco". Ela disse que ele a socou várias vezes no nariz e no olho e também a acertou no estômago. "Tentei evitar ser agredida, mas por ele ser muito mais forte que eu, não consegui revidar", ela disse, "Enquanto eu estava sendo agredida, pensei que ele não parecia alguém são, já que pessoas não batem daquele jeito umas nas outras simplesmente porque uma delas estava sendo barulhenta". Ela declarou que poderia sentir seu olho inchando, e seu nariz sangrou durante o ataque. Quando alguém abriu a porta, ela correu para fora, pegou suas coisas e foi de táxi até o hospital mais próximo. Um relatório médico daquele dia mostra que ela estava com dor no globo ocular e dor de cabeça, e afirma que isso aconteceu num bar após ser atingida por um homem. O documento mostra que ela teve uma fratura no osso orbital (o osso que circunda o globo ocular) assim como uma fratura no nariz.




A mulher compartilhou que não foi capaz de denunciar a agressão à polícia no dia seguinte por ser intimidada por Kim Gun Mo e pelo dono do bar, que disse que ela não deveria revelar o que tinha acontecido. Ela disse que, por causa de rumores sobre ela, ela então não conseguiu trabalho em outros lugares, então tem trabalhado em padarias e cafés de quadrinhos (manhwa).


O programa também revelou que este incidente tinha sido investigado pela MBC na época, mas não foi noticiado. O apresentador Kim Yong Suk disse que eles fizeram um pedido para comprar as filmagens que a emissora havia feito sobre o caso, mas que não conseguiram. A mulher compartilhou que os repórteres da MBC a entrevistaram quando ela estava no hospital, mas o dono do estabelecimento e os representantes de Kim Gun Mo a disseram para não falar com ninguém.


"Espero que Kim Gun Mo não apareça na televisão", ela disse. Ela o descreveu como alguém que está escondendo seu verdadeiro eu enquanto na televisão e enganando o público quando, na verdade, é alguém que se torna um monstro ao beber álcool. Ela esclareceu: "Não estou atrás de dinheiro, só quero apoiar a mulher que também foi uma vítima. Não sei quem ela é, mas quero dar forças a ela".


Fonte: (1)

Instagram

Youtube

Facebook

Twitter

Email para contato: osowakorea@gmail.com

541.111.418-70

Prazo de entrega: 7-10 dias úteis