• Quel ^^

EVENTO: MVP NO BRASIL! - SHOW

Atualizado: 18 de Mar de 2018



MVP começou o show apresentando sua poderosa title “Take It”, e após o final dessa apresentação, fizeram uma pequena introdução, dizendo seu cumprimento e algumas palavras. O líder, Kanghan disse: “Vocês estão se divertindo? Pensamos muito sobre o que mostrar a vocês, e fico feliz que estejam gostando”.





A música seguinte foi “Don’t Cry”, uma emocionante balada romântica sobre o amor platônico, que faz parte do EP de debut do grupo – não há coreografia, portanto os membros ficaram em pé no palco enquanto cantavam.




A apresentadora do evento, Thaís Genaro, subiu ao palco e disse algumas palavras sobre as regras que os fãs deveriam respeitar, como não andar durante o show e não tirar foto com câmeras profissionais.


Ao perguntarem o que estavam achando do Brasil, responderam que não tinham ideia de como seria, mas depois de passar um tempo com os fãs em fanmeetings, perceberam como os fãs são calorosos e isso os deixou muito animados.


Fizeram a brincadeira de perguntas. A pergunta foi “quem é o mais atrasado’’; todos apontaram para o P.K. O membro recebeu uma proposta de dançar e mostrar como é bom nisso, assim não seria “castigado”. Ele dançou e disse um “obrigado” no final.


“Quem come mais”; apontaram para o P.K novamente. Como “castigo”, ele teve que “sambar” e agradeceu (em português) em mais uma vez.


“Qual o mais bagunceiro”: controvérsias. Todos apontaram para Kanghan, mas Kanghan apontou para outro membro. Como punição, o líder teve que mostrar um pouco de seu aegyo.



“Qual é o mais responsável”; todos apontaram para Kanghan, de novo. O membro mostrou suas habilidades de b-boy.


“Quem mais se olha no espelho”: Rayoon se entregou e disse que é ele. O membro disse que mostraria algo que sempre faz na frente do espelho assim “arrancou” a jaqueta e arrumou os cabelos.



As perguntas acabaram e mais um jogo foi anunciado, no qual eles escolheriam 7 pessoas da plateia para subir ao palco. A brincadeira foi “morto-vivo”, comum entre crianças brasileiras. Sion tirou Rayoon do palco quando o mesmo tentou protestar sobre a fã ter errado a brincadeira.



Rayoon disse que eles desceriam para trocar de roupa e mostrar o amor deles pelos fãs. Depois da pausa, Gitaek começou a cantar “Marry Me’’ (Casa Comigo) e Rayoon se ajoelhou oferecendo seu microfone, como se fosse uma aliança. Logo em seguida, os membros começaram a cantar e dançar Ragatanga, do grupo latino Rouge.



A vencedora de um concurso de dança subiu ao palco para dançar Take It. Todos vibraram e a acompanharam na coreografia. Os meninos a presentearam com o Manifest e depois tiraram uma foto com a fã.




Após isso, fizeram um pequeno intervalo. Durante esse tempo, ocorreu um sorteio entre os fãs: quem acertasse perguntas sobre os membros ganharia pôsteres e até mesmo uma edição do Manifest.


Depois do sorteio, os membros voltaram ao palco e cantaram “Love In The Ice”, do grupo DBSK (TVXQ). Ao final da música, perguntaram se a plateia a conhecia e se havia sido bom. P.K perguntou em português: “Tá bom?”.


Não só DBSK, mas eles haviam preparado músicas de seus sunbaes do kpop para performarem, inclusive “DNA” do Bangtan Boys (BTS). Rayoon comentou que BTS é o grupo favorito do MVP, e que a ideia de apresentar “DNA” no Brasil fora de Been, inclusive ele foi quem ensinou a coreografia aos outros membros.







A próxima música foi “Late Night Call”, também parte do EP de Manifest; Kanghan disse que não havia uma coreografia para esta música até a vinda deles ao Brasil, e que nesse show seria a primeira vez deles a apresentando, e mostrando que é uma coreografia animada e criativa.







No fim da faixa, os meninos chegaram mais perto do público e sentaram na beirada do palco, com as pernas penduradas para fora do mesmo. Been tomou a vez e falou: “Na frente de tantos fãs brasileiros, nós queríamos mostrar muita energia; na verdade, são vocês quem nos dá energia. Estou muito feliz”. Kanghan acrescentou: “Na próxima vez, nos esforçaremos ainda mais”.





Gitaek também não poupou palavras: “Hoje à noite nós fizemos uma apresentação para vocês. Demos o nosso melhor, e com muito carinho. Não se preocupem, essa não será a última vez que nos veremos. Sempre estaremos ao seu lado e voltaremos aqui para ver vocês. Te amo (em português)”.


Os membros continuaram falando. Sion olhou para todos que estavam ali e disse: “Sentado aqui, vejo todos vocês. Todos vocês são preciosos, assim como esta noite, neste palco. Os momentos que passamos aqui com vocês, levarei comigo por toda a minha vida”.


P.K foi mais sucinto, mas mesmo assim, carinhoso: “Antes de tudo, quero dizer que penso que fizemos uma ótima escolha vindo ao Brasil. Todos vocês, fãs que amam o MVP, nos fazem muito felizes. Obrigado (em português)”.


Jin abaixou a cabeça envergonhado e deu uma leve risada: “Já falaram tudo que eu queria falar! Nós e vocês, Victories, realmente criamos algo incrível”.


Kanghan fechou essa parte do show: “Queria agradecer a todos que fizeram possível nossa vinda aqui. Aos fãs, nossos produtores, à equipe da K-Experience e da Subkulture Entertainment e à equipe do Espaço Hakka”.


Com isso, MVP se virou no palco tirando mais uma foto segurando a bandeira do Brasil, pedindo para os fãs fazerem um V com os dedos, simbolizando vitória, victory, o nome do fandom.


Tirada a foto, colocaram-se de pé e começaram a última música da noite, “Hear Me Out”. No final da música, se despediram e saíram do palco, desta vez anunciando o término do show.











Quer saber mais sobre o grupo? Clique aqui!


Para ler o artigo sobre o fansign, clique aqui.



Instagram

Youtube

Facebook

Twitter

Email para contato: osowakorea@gmail.com

541.111.418-70

Prazo de entrega: 7-10 dias úteis