• Quel ^^

Atriz Song Ha Neul testemunha sobre assédio sexual + Jo Min Ki deixa drama


Foi revelado em 19 de fevereiro que Jo Min Ki supostamente teria agredido sexualmente suas estudantes enquanto trabalhava como professor na Universidade de Cheongju. A universidade confirmou que o ator passou por uma investigação, mas agência de Jo Min Ki negou e declarou que eram só rumores.


O ator mais tarde explicou que seu toque físico para com as estudantes era para "encorajamento", não molestá-las.


Porém, em 20 de fevereiro, às 23hs KST, uma atriz de teatro chamada Song Ha Neul escreveu uma postagem em sua conta pessoal do Facebook, descrevendo a agressão sexual que Jo Min Ki fez em suas estudantes.


"Eu sou uma atriz novata que recentemente debutou após se formar em teatro na Universidade de Cheongju. Eu tentei esquecer o passado, mas após ler o comunicado oficial que Jo Min Ki se sente injustiçado, eu não consegui mais segurar minha raiva. As coisas que eu e minhas amigass, além de muitas outras estudantes, tivemos que aguentar pelos últimos anos não são 'rumores sem vítimas' e nem 'teorias da conspiração fabricadas'"

"Não sou uma idiota que não consegue diferenciar encorajamento de abuso. As coisas pelas quais eu e minhas colegas passamos eram claramente agressões sexuais. Eu estava com tanto medo de falar, e ainda estou com medo agora, mas se esta controvérsia for abafada, terão ainda mais vítimas que viverão com medo, como eu. Por isto, estou juntando coragem para escrever esta postagem"

"Em 2013, quando entrei na faculdade, meus sunbaes me avisaram para tomar cuidado com o professor Jo Min Ki. Suas agressões sexuais eram um segredo aberto dentre nosso departamento. Mas, para as estudantes de teatro querendo ser atrizes, o professor Jo Min Ki tinha tanto poder que ninguém poderia reclamar sobre ou denunciá-lo. Ele era um 'rei' em nosso campus porque ele era uma celebridade e um ator bem-sucedido"

"O professor Jo Min Ki tinha um flat perto do campus. Quando ele ia palestrar diversas vezes na semana, ele sempre convidava suas estudantes para seu flat, à noite. Estas jovens estudantes não podiam recusá-lo porque ele dizia que iriam discutir 'atuação' e 'audições'. Então, elas iam até seu flat e bebiam com ele"

"As pessoas sempre nos perguntavam porque não podíamos simplesmente dizer 'não' ou evitar a situação, mas se nos recusássemos, ele ficaria nos ligando, ligando para nossos sunbaes e para nossos amigos. Nós não tínhamos escolha a não ser ir até seu flat. Por não querermos ir sozinhas, frequentemente pedíamos que nossos colegas de sala fossem conosco. Ir com um amigo era a única solução"

"Quando minha amiga e eu fomos a seu flat, ele nos disse para dormirmos lá. Nós lhe dissemos que iríamos para casa, mas ele insistiu até o final e falou para nos prepararmos para dormir. Ele até mesmo nos deu escovas de dente e roupas para nos trocarmos. Minha amiga e eu fomos ao banheiro e eu não sabia o que fazer. Nós ligamos a torneira da pia para nos certificarmos de que ele não poderia ouvir nossa conversa. Não sabíamos como fugir daquela situação. Quando saímos do banheiro, o professor nos forçou à cama dele. Tentamos resistir, mas ele era muito mais forte do que nós"

"Ele então subiu em cima de mim e disse, 'Isto é caro', enquanto colocava creme no meu rosto. Me senti tão incapaz e não conseguia emitir nenhum som porque minha mente ficou paralisada. Após isso, ele deitou entre minha amiga e eu. Ele acariciou nossos braços, encarou nossos rostos e colocou suas mãos em nossas cinturas. Eu tinha arrepios pelas costas toda vez que ele fazia aquilo, mas eu não podia fazer nada. Me encolhi e fiquei acordada, esperando que ele caísse no sono. Diminuí o som da minha respiração para que ele não acordasse. Assim que o sol começou a nascer, minha amiga e eu secretamente fomos embora do flat para casa. Naquela noite, eu não consegui dormir"

"Uma vez, Jo Min Ki me convidou para seu flat, então fui com meu namorado. Pelo fato de meu namorado não lidar muito bem com álcool, eu fiquei com medo de que, se algo acontecesse, ninguém seria capaz de me ajudar. O professor começou a falar da minha relação sexual com o meu namorado, fazendo perguntas como 'Como é?' e 'Com que frequência vocês transam, por semana?'. Fiquei tão envergonhada, mas tudo que eu conseguia fazer era forçar uma risada"

"Eu continuei me beliscando para não ficar bêbada. Um pouco depois, o professor Jo MIn Ki ficou bêbado e começou a ir para sua cama, então tentei acordaar meu namorado, mas não estava conseguindo. O professor me chamou até sua cama e repentinamente começou a tocar em meu peito. Quando pulei para trás, chocada, ele riu enquanto dizia, 'Eles são bem menores do que eu esperava'. Eu fiquei com muita raiva. Arrastei meu namorado para fora do flat. Quando vi o professor no dia seguinte, ele fingiu como se nada tivesse acontecido"

"Mesmo depois disto, minhas sunbaes e eu éramos chamadas para seu flat muitas vezes. O professor continuava nos obrigando a beber, e uma de minhas sunbaes ficou tão bêbada a ponto de não conseguir se manter em pé. Ele a carregou para sua cama e disse para o resto de nós irmos embora, dizendo que ele deixaria ela dormir lá aquela noite. Eu não podia deixxar aquilo acontecer, então eu simplesmente a arrastei para fora da casa. Desde este acontecimento, o professor implicava comigo e tentava me envergonhar diante da sala toda"

"Sempre que nosso departamento saía para jantar, ele incomodava as estudantes que ficassem ao lado dele, tocando em suas coxas, costas e rostos. Em 2014, as estudantes de nosso departamento foram para um noraebang. Jo Min Ki disse que só 'as abraçou para encorajá-las'. Mas ele forçou as estudantes a dançarem e encostou em seus peitos. Estávamos todas o observando mas ele agia como se não fosse nada demais. Uma das estudantes estava sentada, quando ele de repente a agarrou pelas pernas, fazendo com que a saia dela levantasse"

"Ele empurrou uma outra estudante contra a parede e se esfregou contra ela de um modo sexualmente sugestivo. A maioria de nós tinha 21, 22 anos. Não conseguíamos mais aguentar, então fomos ao banheiro e chamamos um de nossos sunbaes. Fomos capazes de ir embora do noraebang quando o sunbae chegou. Mas quando estávamos nos despedindo do professor, ele agarrou meu rosto e beijou meus lábios"

"O professor Jo Min Ki fez incontáveis comentários sexuais para suas estudantes e fez coisas muito mais severas com outras. Quando eu tentava contar isto às pessoas, elas faziam parecer que era minha culpa. Mas agora eu sei que não é. Minhas amigas e colegas que passaram por tanta dor não deveriam estar levando a culpa. As vítimas não deveriam mais ficar em silêncio, e o agressor não deveria ser protegido"

Com o testemunho de Song Ha Neul causando choque do público, a agência de Jo Min Ki, Will Entertainment, anunciou que o ator cooperará com as investigações policiais. Eles também declararam que Jo Min Ki deixou seu futuro drama "Children of the Small God".


Fonte: (1)

Instagram

Youtube

Facebook

Twitter

Email para contato: osowakorea@gmail.com

541.111.418-70

Prazo de entrega: 7-10 dias úteis